Episódio 1: Todes a bordo!


Todes a bordo que vai começar o “Conservação em Prosa!!”

No nosso episódio de estreia vamos contar como surgiu a ideia para o podcast, o que motivou esse grupo de 13 mulheres e o Turra a desenvolver esse projeto. Vamos contar, também, um pouquinho da história de cada uma de nós, a estrutura do podcast e sobre a nossa personagem que vai guiar a gente nesse mar de informação: a professora MARlene.

Esse primeiro episódio foi muito especial para todas nós, foi um momento onde nos conhecemos fisicamente (muitas de nós só nos conhecíamos virtualmente) e foi gravado no Parque Estadual Ilha Anchieta, o PEIA, que será assunto de muitos episódios.

Vem com a gente, fazer dos "Mares, o melhor!!"

        .   

Episódio 2: MARlene e o Mar de motivos


Professora ao mar! Professora ao mar! Quem poderá nos ajudar?!

Marlene é uma professora de escola pública e parece que ouviu o canto da Iara, pois os encantos do mar estão levando-a ao profundo mundo do oceano. Mas os pesquisadores e gestores das unidades de conservação vão guiá-la para transformar esses grãos de informação numa linda pérola de conhecimento.

Neste episódio vamos conhecer mais sobre a protagonista dessa série e embarcar com ela nessa jornada de descobertas sobre o ensino das ciências do mar, participação especial do Alexander Turra, coordenador da Cátedra pela Sustentabilidade do Oceano e da Rachel Azzari, Diretora do Departamento de Relações Institucionais e Comunicação da Coordenadoria de Educação Ambiental da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo

        .   

Episódio 3: Unidades de Conservação e instrumentos de gestão


Com quantos paus se faz uma canoa? Quais são os principais ingredientes para aquele bolo perfeito da vovó?

Tudo na vida precisa de um planejamento e dos instrumentos certos para atingir seus objetivos.

Para gerir o oceano não seria diferente! Marlene, ex-voluntária do PEIA, foi mordida pela abelhinha das unidades de conservação e está muito encantada com todo seu potencial. Com a ajuda da Evelyn Sousa, pesquisadora da UNIFESP, e da Maria Luísa Palmieri, do Instituto de Pesquisas Ambientais, ela também vai contagiar vocês!

Neste episódio, vamos conhecer a situação das unidades de conservação do estado de São Paulo e compreender quais são os principais instrumentos que fazem essa roda continuar girando na construção de um oceano mais sustentável.

E se você quer mergulhar fundo nesse tema, pode consultar os materiais que usamos para produzir o roteiro:

        .   

Episódio 4: Que som é esse? Ondas sonoras e a identificação de criaturas marinhas


1, 2, 3. Testando...Som?

Alô alô criatura do mar! Aqui quem fala é da terra. E desta vez não estamos em guerra, porém arrumamos outra função para radares acústicos, monitorar criaturas marinhas! Como? Colando nos golfinhos e fazendo igual a eles, utilizando ondas sonoras para identificar as espécies. Vem conferir!

No episódio de hoje, Marlene vai desvendar os soooons do oceano com o pesquisador Diogo Destro Barcellos que, por meio do monitoramento acústico passivo, vem trazendo muitas contribuições para a conservação de cetáceos no Litoral Sul de São Paulo. 

Então vem com a gente, prepara o baleiês, e vamos descobrir os mistérios dessa fauna tão carismática!

E se você quer saber de tudo o que os golfinhos falaram para o Diogo, nós colocamos a tese dele aqui:

        .   

Episódio 5: Marlene e o mistério dos corais


Vida looouca, vidaaaa, vida breve. Já que eu não posso te levaaar, quero que você me leve!” É…Cazuza já descrevia bem que os tempos modernos estão uma loucura! E eis que toda essa pressão está antecipando alguns cabelos brancos da nossa querida Marlene.  Mas quem diria que não é só ela que está branqueando de estresse, os corais também! 

No episódio de hoje. O pesquisador Paulo Sumida mostrará o caminho das pedras (ops, dos corais rs) para a professora Marlene, desvendando os mistérios de um organismo essencial à vida na água (e na terra). Também vamos compreender como sua pesquisa está contribuindo para a conservação dos mares no Parque Estadual da Ilha Anchieta. 

Então vamos lá, preparem-se para se tornar coralzetes como nós! Um ótimo mergulho!

E pra você não se estressar pra procurar as referências usadas no episódio, colocamos os links aqui:

        .   

Episódio 6: Mas o que tem lá no fundo?


Na virada do ano, Marlene mergulhou nos costões rochosos do Parque Estadual da Ilha Anchieta e descobriu que os organismos bentônicos também tem seus encantos e até “tretas” (haja competição!).

No episódio de hoje, a pesquisadora Natália Ghilardi-Lopes vai nos guiar por esse ambiente tão dinâmico e diverso e nos contar quais são os organismos que habitam esses espaços, como é sua distribuição e como interagem.

Então vamos lá. Nós já estamos prontas, e vocês? Pode vir que o mergulho já vai começar…

E pra quem quer mergulhar mais fundo, aqui vai o link do material usado neste episódio:

        .   

Episódio 7: Manguezais do litoral de São Paulo


Mas afinal, quem fala pelo manguezal?

No episódio de hoje vamos conhecer um pouco mais sobre o manguezal e algumas estratégias para caracterizar e monitorar a saúde desse ecossistema que é muito representativo da costa brasileira e extremamente importante para a vida marinha e terrestre.

Como estão os nossos manguezais? Será que estamos prestando atenção ao que os “monitores do mangue” nos dizem?

As pesquisadoras Caroline de Araújo de Souza e Marília Cunha Lignon vão contar um pouco das experiências delas pra gente.

Vem chafurdar nessa lama que ela é fonte de energia!

E pra quem quer escutar tudo, tudinho mesmo o que os monitores do mangue estão contando e saber mais sobre os manguezais do Brasil, colocamos aqui os links do material que a gente usou neste episódio:

        .   

Episódio 8: De olho no Oceano! A percepção dos povos do mar


No episódio de hoje vamos embarcar na experiência e vivência que o pesquisador Lucas Lima dos Santos teve na vila do Pontal Leste localizada no Parque Estadual da Ilha do Cardoso. Ele nos mostrará como é a percepção das comunidades sobre os habitats marinhos e quais são as contribuições desse olhar para a conservação do ambiente.

Contaremos também com o depoimento do professor de biologia Luciano Rapagnã de Arraial do Cabo no nosso quadro Marlenes do Brasil, falando sobre suas experiências com a temática oceânica em sala de aula.

Então vamos lá! Homens e mulheres ao mar!

E pra você que quer se maravilhar ainda mais com os saberes dos povos do mar, dá uma olhada no trabalho do Lucas:

        .   

Episódio 9: Serviços ecossistêmicos - O tesouro dos mares


Já pararam para pensar em quanta coisa a gente obtém da natureza? Matéria prima para produção de diversos bens, fontes de energia, alimentos, água, gás oxigênio, sem contar o lazer que a natureza pode nos oferecer. E usamos e abusamos de tudo isso sem pensar muito no assunto.

Mas, e se pudéssemos calcular quanto vale o que a natureza nos oferece? Será que daríamos mais valor a tudo o que obtemos da natureza? Será que teríamos mais cautela em “gastar” esses serviços? Dar um valor em dinheiro a cada um dos serviços ecossistêmicos talvez não seja a melhor forma de demonstrar toda a importância da manutenção do meio ambiente para o bem estar do planeta e da nossa própria espécie, mas com certeza é uma forma que chama logo a atenção do bicho homem.

Pegue seu mapa e venha com a gente descobrir todos os tesouros que os mares tem para nos oferecer!

E pra você que quer percorrer todo o mapa do tesouro, deixamos aqui uma lista com os materiais que usamos no episódio:

        .   

Episódio 10: Serviços ecossistêmicos - Áreas de exclusão PARA a pesca


Pescar menos para pescar sempre!

Ao longo da história da conservação marinha um dos pontos mais discutido e contestado é a adoção de medidas mais restritivas de uso para a conservação do ambiente. Dentre essas, o estabelecimento de áreas de exclusão de pesca é uma ação bastante aplicada. Mas seria exclusão de pesca, ou exclusão PARA a pesca?

Vem com a gente que no episódio de hoje o Marcos Felipe Tomasi vai contar como essas áreas são, na verdade, burburinhos de vida que transbordam neste oceano sem fronteiras e contribuem para a manutenção de um importante serviço ecossistêmico.

E pra saber mais de onde virá seu próximo peixe, deixamos aqui os links para o material consultado para o episódio:

        .   

Episódio 11: Oceano e Mudanças Climáticas - O que está acontecendo?


Olá navegantes!

Nosso novo episódio aborda um tema muito atual e que precisa ser levado muito a sério: as mudanças climáticas. Vem com a gente conhecer a importância do oceano na regulação do clima e as consequências que as mudanças no clima tem provocado no oceano e em seus habitantes. Como guia nessa nossa viagem temos o pesquisador Silas Principe que estuda os efeitos das mudanças climáticas na distribuição de espécies chaves de recifes de coral.

Pegue seu protetor solar embarque nessa!

E pra deixar o assunto ainda mais quente separamos um tanto de material para você se aprofundar no assunto:

        .   

Episódio 12: Um turista indesejado - Espécies exóticas e seus impactos no ambiente marinho


Ooo sol, vê se não me esquece e me ilumina, preciso de você aaaaqui!!

Aaaah, mas se for coral sol não precisamos não viu (risos). Não sabe o porquê? Deixa que a gente te explica... O episódio de hoje é sobre espécies exóticas, esses visitantes um pouco indesejados no ambiente marinho. Apesar de algumas delas não serem nocivas ao ambiente, outras, como o coral sol, podem se tornar invasoras e ameaçar os ecossistemas como um todo! Por isso, no episódio de hoje fomos conversar com Katia Capel e entender o que é o coral sol e como a bioinvasão funciona nos nossos mares.

E pra invadir sua cabeça com o tema do episódio, seguem os links de alguns materiais que usamos como referência:

        .   

Episódio 13: De onde vem e para onde vai? Monitoramento de lixo no mar nas praias


Já se perguntou de onde vem o lixo que encontramos nas praias?

O oceano é um ambiente muito dinâmico e conecta as populações por todo o globo. Por isso, “mi lixo és su lixo”. Será? No episódio de hoje a pesquisadora Bianca Gabani vai compartilhar conosco o monitoramento que fez do lixo nas praias do Parque Estadual da Ilha Anchieta. Ela vai nos explicar quais são os principais lixos, para onde eles se deslocam e como devemos trabalhar a gestão do lixo no mar e ecossistemas costeiros. Então vamos lá! Todos a bordo que esse barco não pode parar!

E pra ajudar a limpar as nossas praias, seguem os links do material que usamos no episódio:

        .   

Episódio 14: De olho no óleo - Projeto de monitoramento de praia


O que vamos encontrar na areia da praia?

No nosso 14o episódio vamos conhecer o projeto de monitoramento de praias, uma iniciativa para monitorar os animais marinhos e avaliar a interferência das atividades de produção e exploração de petróleo ao longo do litoral do Rio de Janeiro até Santa Catarina.

Os monitores do projeto percorrem as praias deste litoral, conferindo se tem algum animal morto ou que necessite de ajuda. Avaliando o que pode ter provocado a morte do animal ou oferecendo um abrigo para que esse animal receba tratamento para a sua reabilitação.

Venha fazer uma caminhada na praia com a gente, enquanto escuta um pouco mais sobre esse projeto!

E pra conhecer mais sobre o projeto visite o site: Sistema de Informação de Monitoramento da Biota Aquática

        .   

Episódio 15: Marlene presente! Participação e Áreas Marinhas Protegidas


As populações do mar são seres políticos (e eu posso te provar)!

As Unidades de Conservação (UCs) são uma ferramenta de política pública para a preservação da biodiversidade e dos serviços que os ambientes fornecem. A palavra política vem do grego, “polis” e representa comunidade. A política em sua essência é o envolvimento da comunidade nas decisões que determinam o rumo da sociedade.

Para as Unidades de Conservação não seria diferente, a participação da comunidade em todos os estágios de criação e gestão de UCs não é só um direito, mas o cerne da sua existência. No episódio de hoje, embarcaremos com a pesquisadora Ligia Ribeiro para compreender como é o processo de participação da comunidade na APA Marinha do Litoral Norte de São Paulo.

E pra você se envolver cada vez mais com as unidades de conservação, deixamos aqui uns links do material que usamos neste episódio:

OPS! Se o link acima não funcionou pra você é só mandar e-mail diretamente do seu provedor para conservacaoemprosa@gmail.com

Como participar do MARlenes do Brasil?

Nós queremos escutar vocês professoras e professores, então compartilhem conosco as suas experiências com atividades que se relacionam com o ambiente marinho para que que elas possam inspirar quem nos escuta.

Para isso nos enviem um e-mail (conservacaoemprosa@gmail.com) com o título: "Marlenes do Brasil". No e-mail devem enviar um áudio de até 3 minutos ou texto com no máximo 300 palavras com as seguintes informações:

  • 1. Nome
  • 2. Local de origem (cidade e estado)
  • 3. Disciplina que leciona e para qual série?
  • 4. Nome  da escola que trabalha?
  • 5. Contar sobre atividade que envolve o ambiente costeiro marinho que desenvolveu com os alunos
  • 6. O que a experiência trouxe de positivo?